Escolha a sua mixtape

Com atualizações semanais e sem restrição de idade. Por Alessandro Alr

06.nov.2012

Segundo a Wikipédia, uma mixtape é uma compilação de canções adquiridas de fontes alternativas, gravadas tradicionalmente em cassete, que se encontram em sequência ou agrupadas por características comuns, como ano de publicação, gênero e outros aspectos.

De uso bem simples e intuitivo, a mixtape foi o formato escolhido para representar a vertente musical do projeto Maldita 3.0. Sem dúvida, a opção que mais se aproximou da maneira com que os primeiros ouvintes faziam para gravar a programação da rádio em suas vidas. Com a diferença de que, dessa vez, o som não fica com ruídos devido à ação do tempo, aceita comentários, além de haver a possibilidade de se compartilhar com os amigos sem ter de emprestar as preciosas fitas gravadas.

Com atualização semanal, inicialmente, as mixtapes serão apresentadas em cinco tipos. A ideia é fazer você relembrar dos grandes momentos vividos em companhia da Rádio Fluminense FM.
Sem restrição de idade, as tapes também são acessíveis para aqueles que não chegaram a acompanhar de perto a brilhante trajetória de um dos mais importantes vetores culturais que o Brasil já teve.
Compostas pelas principais experiências sonoras que já passaram pela rádio, além de algumas novidades que certamente tocariam em sua programação, as mixtapes podem ser administradas em “pílulas” e surtem efeito mais rápido se consumidas em alto som ou com bons fones de ouvido, longe ou perto dos computadores.

Com saudosimo, sem exageros.
Vale lembrar que uma das principais características da Rádio Fluminense, e que mais tarde veio a se tornar uma de suas principais qualidades, foi o pluralismo musical dentro do rock and roll. Portanto, a direção artística seguida nas mixtapes procurou buscar exatamente essa qualidade, com o amadurecimento e a visão dos dias atuais, respeitando as mudanças e evoluções que permitem o convívio pacífico entre samples e elementos eletrônicos com as guitarras.
Colabore com o projeto.
Estamos falando de décadas de produção musical e com o agravante de que nem todos os arquivos mais antigos foram recuperados ou muito menos digitalizados. Portanto, se você ainda não ouviu aquela faixa específica que tem a ver com a sua história com a rádio, aguarde as próximas mixtapes ou nos ajude, indicando onde encontrar o arquivo ou informando qual é o nome do mesmo. Para isso, basta nos mandar um alô ou utilizar um dos diversos canais de contato que possuímos.

Mixtapes:

Taxidermia

> Os acordes mais antigos não foram esquecidos, mas, sim, trazidos ao ambiente digital através de um buraco de minhoca no continuum espaço-tempo.

 

Hi-Fi

> Mixtape que pretende revisitar os sons e as experiências das músicas da década de 80 que fizeram parte dos primeiros anos de funcionamento da Rádio Fluminense FM.

 

90 Graus

> Relembre algumas das músicas que esquentaram o mundo na década de 90 e que também fizeram parte da programação da Maldita.

 

OFFline Sessions

> Novas experimentações musicais, o novo rock, mas sem esquecer das referências old school, que servem de inspiração para essa mixtape.

 

Cloudme

> No CloudMe você será levado às nuvens com sons relaxantes que fazem uso de guitarras, sintetizadores e bases programadas. Chega de cobranças e correria, a ordem é desacelerar.